Artigos

A CORUM mais uma vez cumpre o seu compromisso com os acionistas, o valor das ações do fundo CORUM XL aumentou +3,17%

O preço por unidade do fundo de investimento imobiliário CORUM XL aumentou em 6 euros, de 189 euros para 195 euros, incluindo comissões de subscrição. O objetivo é manter o preço da ação tão próximo quanto possível do valor dos ativos do fundo, um forte compromisso da CORUM. Este aumento assegura a equidade entre os atuais acionistas e os novos subscritores, e permite que a criação de valor para os acionistas seja realizada no final do período.

 

O segundo aumento em 5 anos

A CORUM anunciou um aumento de 3,17% no preço das ações do seu fundo imobiliário CORUM XL, de 189 euros para 195 euros (incluindo comissões de subscrição e comissões). Lançado a 185 euros por ação em 2017, este é o segundo aumento em 5 anos, para o primeiro fundo imobiliário francês que investiu do outro lado o Atlântico, representando um aumento de 5,4% desde o seu lançamento.
Este aumento acontece devido à subida dos valores de avaliação dos imóveis do CORUM XL, e num contexto em que a libra esterlina se tem apreciado desde o Brexit, um facto importante uma vez que mais de metade dos ativos do CORUM XL estão localizados no Reino Unido.

 

Ativos de alta qualidade e diversificados

A singularidade do CORUM XL reside na sua diversidade geográfica. O primeiro fundo imobiliário francês a desenvolver uma estratégia para além da zona euro, possui agora edifícios em 12 países da Europa e do outro lado do Atlântico. 

O aumento do preço unitário do CORUM XL reflete a valorização dos imóveis do fundo nos vários mercados europeus.  

É também o resultado da evolução positiva de moedas de países fora da zona euro em que o fundo está investido, particularmente a libra esterlina, a coroa norueguesa, o dólar canadiano, etc. Ao nível do fundo, as moedas valorizaram 2,1% desde a sua criação. Esta apreciação reflete-se no valor em euros dos imóveis em carteira.  

O CORUM XL aproveita assim a variação da taxa de câmbio para a sua estratégia que procura as oportunidades de mercado tanto na compra como na venda de imóveis, reforçando ainda mais a sua diversificação. Esta política permite ao fundo apontar a uma TIR (taxa interna de retorno) de 10% a 10 anos.

 

Cristalizar a criação de valor na carteira dos acionistas

No início de 2022, a venda de um hotel em Espanha gerou uma mais valia de 1,9 milhões de euros. Este é um acontecimento importante para os acionistas, uma vez que a mais-valia lhes foi, como sempre, paga na totalidade, criando assim valor para as suas poupanças.

Atualmente, esta reavaliação do preço das ações permite a cristalização do valor dos ativos do fundo imobiliário que se reflete na carteira do acionista. Recebê-lo-á no dia em que vender as suas ações. A sociedade gestora tem uma certa flexibilidade na fixação do preço das ações (+/- 10% do valor da reconstituição da carteira). 

Esta é a performance real para o cliente: uma performance que tem em conta, para além da taxa de distribuição do fundo*, o aumento do preço da ação que é efetivamente aplicado.

 

Um desempenho que sempre excedeu os seus objetivos ao longo dos últimos 5 anos

Desde a criação do fundo CORUM XL, a performance anual (incluindo ganhos de capital) excedeu sistematicamente a sua meta de 5% (5,84%  em 2021).  
O cumprimento dos objetivos de desempenho faz parte do ADN da CORUM, que é uma das poucas sociedades gestoras que revelou as ambições dos seus fundos imobiliários desde o início: os fundos imobiliários CORUM destacam-se pela sua capacidade de cumprir os seus objetivos declarados ano após ano, sabendo evidentemente que o desempenho passado não é garantia de desempenho futuro.

José Gavino, Diretor da CORUM, diz: "O fundo CORUM XL foi pioneiro em muitos mercados, antes de outros investidores começarem a olhar para eles. Esta estratégia permitiu-nos beneficiar de ciclos favoráveis e continua a dar frutos para os nossos acionistas. Como prometemos, estamos a reavaliar o preço das ações do fundo imobiliário CORUM XL em 3,17%, a fim de cristalizar o aumento do valor dos ativos e de o transmitir aos nossos acionistas no preço das ações que detêm. É aqui que entra o desempenho real para os nossos clientes.
Informação: Os fundos de investimento imobiliários são um investimento imobiliário. São investimentos a longo prazo que não oferecem qualquer garantia de retorno ou desempenho e comportam um risco de perda de capital. Os rendimentos não são garantidos e dependerão do desenvolvimento dos mercados imobiliários e das taxas de câmbio. O desempenho passado não é garantia de desempenho futuro. E as alienações feitas por CORUM XL não são garantia de desempenho futuro.

 

* Taxa de distribuição: 5,84% em 2021 
Rentabilidade: taxa de distribuição, definida como o dividendo bruto, antes de impostos franceses e estrangeiros (pagos pelo fundo em nome do acionista), pagos relativamente ao ano N (incluindo os dividendos intercalares excecionais e a quota das mais-valias distribuídas, 0,10% em 2021 para CORUM XL) divididos pelo preço de subscrição da quota no dia 1 de Janeiro do ano N. Este indicador é utilizado para medir o desempenho financeiro anual do CORUM XL. 
O objetivo da Taxa Interna de Retorno a 10 anos é de 10%, o que mede a rentabilidade do investimento ao longo de um determinado período. Tem em conta a evolução do valor da ação e os dividendos distribuídos ao longo do período, bem como as taxas de subscrição e de gestão pagas pelo investidor.

 

Números a reter, a 31 de Março de 2022: 
•    32,596 acionistas  
•    Capitalização: 1,301 mil milhões de euros  
•    Taxa de ocupação financeira: 99.31%
•    62 edifícios com uma superfície total de 496 mil m2  
•    135 arrendatários com um prazo de arrendamento fixo não cancelável (duração média de tempo em que os arrendatários se comprometem a pagar renda) de 7,04 anos
 

Partilhar