Vantagens e riscos

Quais são as vantagens do fundo CORUM?

Acesso fácil ao investimento imobiliário

Disponível a partir de 1.060€ por unidade de participação desde 1 de janeiro de 2016 (todas as despesas incluídas), goza da possibilidade de subscrever CORUM ao seu próprio ritmo e em função da sua capacidade de aforro. Esta representa um instrumento ideal para que detenha um bem imóvel de forma indirecta e sem as preocupações.

É também possível recorrer ao crédito para adquirir as suas unidades de participação. Trata-se de uma solução interessante no contexto atual, marcado pelos juros baixos nos empréstimos bancários. As potenciais receitas mensais de CORUM poderão além disso cobrir em parte as mensalidades do seu empréstimo.

Lembramos, contudo, que se os rendimentos provenientes das unidades de participação que tiver comprado a crédito não for suficiente para reembolsar o empréstimo, ou em caso de quebra dos preços aquando da venda das participações, competir-lhe-á pagar a diferença.

Tirar partido de uma diversificação por todos os setores do imobiliário comercial da zona euro

O universo de investimento CORUM é voluntariamente amplo. Estende-se a 10 países da zona euro e abrange todos os componentes do imobiliário profissional: escritórios, lojas, hotéis, etc., tendo como objetivo selecionar apenas bens com potencial de distribuição de 5% : por exemplo, o Hotel Novotel em Amsterdão, o imóvel arrendado ao Deustche Bank em Frankfurt, os Grandes Armazéns SinnLeffers na Alemanha, etc.

Esta ampla diversificação tem a vantagem de diluir os riscos por todo o parque imobiliário de CORUM. A esta vantagem soma-se a de tirar proveito da competência dos profissionais da Corum AM na escolha dos bens imobiliários e na análise dos arrendatários.

Dispor de um investimento a longo-prazo

Ao optar por investir em CORUM, está a escolher investir numa aplicação imobiliária prevista para longo-prazo. Como para qualquer bem desta natureza, a revenda só é possível quando surge um comprador, o que limita a liquidez deste tipo de investimento. Neste contexto, recomenda-se que mantenha as suas unidades de participação por um prazo compreendido entre 8 e 12 anos.

Investir com toda a confiança

Desde sempre que os alicerces da Corun AM se baseiam no respeito pela confiança pelos investidores. É por isso que beneficia de informações sobre CORUM com toda a transparência e ao longo de todo o ano:

  • todos os meses, um SMS que lhe indica o montante dos rendimentos recebidos e a data da transferência para a sua conta bancária
  • cada trimestre, um boletim de informação com os indicadores chave do período; montante do dividendo por unidade de participação, resultados, número de arrendatários, duração contratual média a cumprir, taxa de ocupação, etc.
  • a cada nova aquisição, um e-mail para lhe comunicar as características do bem (preço, rendibilidade, localização, arrendatário, duração do contrato, etc.)
  • todos os anos, o relatório anual que lhe é enviado para análise,
  • pelo menos uma vez por ano, há uma reunião de todos os subscritores em Assembleia Geral.

Quais são os riscos a considerar antes de investir?

A natureza dos riscos do fundo CORUM corresponde à de um investimento imobiliário. Como tal, os principais riscos estão relacionados com as oscilações dos mercados imobiliários.

Rendimentos não garantidos e risco de perdas de capital

Os rendimentos potenciais e o valor das unidades de participação de CORUM tanto podem flutuar negativa como positivamente, uma vez que estão dependentes das situações da conjuntura económica e imobiliária, nomeadamente do arrendamento e da localização dos imóveis.

O capital investido e os rendimentos potenciais não são garantidos. Eles dependem da evolução do mercado imobiliário ao longo do prazo de investimento.

Risco inerente ao financiamento de CORUM

CORUM pode recorrer ao endividamento até ao limite de um montante máximo aprovado em Assembleia Geral e que consta da nota informativa. O montante dos empréstimos não pode exceder 40% do valor de avaliação dos ativos imobiliários acrescido dos fundos depositados líquidos de encargos não ainda investidos.

Em caso de recurso ao endividamento, o risco de perda de capital pode ser acrescido. À partida, o montante de capital a ser recebido aquando da liquidação da sociedade estará subordinado ao reembolso do montante corrente ou total prévio dos empréstimos contratados por CORUM.

Risco inerente à compra a crédito

Em caso de investimento a crédito em unidades de participação de CORUM, chamamos a atenção para o pagamento dos juros do empréstimo e para o reembolso do capital na maturidade em situação de desaceleração do mercado imobiliário.

Se as receitas das participações adquiridas a crédito não forem suficientes para pagar o empréstimo, ou caso os preços estejam mais baixos aquando da venda das participações, o subscritor terá de suportar a diferença.